Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

20
Abr19

Fonte do Cabo, Ericeira, Lisboa

JL

Fica no largo da Fonte do Cabo, entre a Rua do Arvoredo e a Rua Eduardo Henriques Pereira. Um painel de azulejos, na sua traseira, resume a história desta fonte. A água chega até aqui, vinda de uma mina, através de um túnel de 100 metros.

Há uma lenda associada a esta fonte, semelhante às de muitas outras fontes: quem beber desta água, ficará para sempre encantado da Ericeira. Contudo, atualmente, um aviso afixado no local desencoraja os mais sequiosos.

IMG_0753.jpegIMG_0756.jpegIMG_0764.jpegIMG_0767.jpegIMG_0754.jpeg

Data de 1468 mas, em 1829, foi totalmente reconstruida.

GPS: 38.961752,-9.4155584

 

19
Abr19

Fonte na Igreja Matriz do Sobrado, Castelo de Paiva

JL

A igreja matriz, também conhecida por igreja de Nossa Senhora da Assunção, construída no último quartel do séc. XVIII, foi, recentemente, alvo de obras no seu exterior, tendo beneficiado de uma longa intervenção. Numa das laterais, podemos encontrar a representação do batismo de Jesus, no rio Jordão.

IMG_5507.jpegIMG_5506.jpeg

GPS: 41.0411159,-8.2723487

Outras fontes nas proximidades: Fonte na Rua da Boavista.

16
Abr19

Fonte no Museu de Serpa Pinto, Cinfães, Viseu

JL

Esta fonte fica ao lado do Museu do explorador cinfanense, que data de 2000, ano do centário do seu desaparecimento. O Museu foi instalado na primeira morada do homem que intentou várias expedições para chegar a Moçambique atravessando o interior de África, ou seja, do Atrântico ao mar Índico. Quanto à fonte, é constituída por duas partes: uma fonte, mais atrás, com a data de 1887, e um tanque, à frente, onde foi colocada uma estátua com alusões ao explorador da terra.

IMG_5482.jpeg

IMG_5481.jpeg

IMG_5483.jpeg

GPS: 41.071694,-8.0901132

Outras fontes em Cinfães: Fonte dos Amores, Chafariz de Serpa Pinto, Fonte no Jardim da Igreja Matriz de Cinfães.

15
Abr19

Chafariz de Serpa Pinto, Cinfães, Viseu

JL

Este chafariz fica no centro de Cinfães, uma vila portuguesa, do distrito de Viseu, cuja história está ligada aos Cavaleiros Templários, a Afonso Henriques e a Egas Moniz. Há também espaço para homenagear o explorador português Serpa Pinto. 

Data de 1892. O painel de azulejos foi colocado para comemorar o centésimo aniversário da morte do explorador, em 2000.

IMG_5469 (2).jpegIMG_5471.jpegIMG_5470.jpeg

#aguapublica

GPS: 41.0745036,-8.0951338

Outras fontes em Cinfães: Fonte dos Amores, Fonte do Museu de Serpa Pinto, Fonte no Jardim da Igreja Matriz de Cinfães.

14
Abr19

Fonte dos Amores, Cinfães, Viseu

JL

Um pouco por todo o lado encontramos fontes dos amores: lugares que, por serem mais afastados das localidades, eram propícios a um convívio mais íntimo, entre os jovens de outros tempos. A Fonte dos Amores, de Cinfães, já não é um local recatado. Na verdade, atualmente, concentra-se aqui muita da atividade lúdica e cultural desta vila portuguesa.

IMG_5499.jpegIMG_5488.jpegIMG_5492.jpeg

GPS: 41.0713108,-8.0896318

Outras fontes nas proximidades: Fonte do Museu Serpa Pinto, Chafariz de Serpa Pinto, Fonte no Jardim da Igreja Matriz de Cinfães.

13
Abr19

Cozinha do Mosteiro de Ancede, Baião, Porto

JL

As cozinhas dos Mosteiros eram locais muito agitados, noutros tempos. Havia que alimentar não só os habitantes habituais mas também os peregrinos que, de passagem, pediam guarida e alimentação, bem como os pobres das comunidades circundantes. 

Aqui, em Ancede, a água era trazida de uma mina, para um tanque principal e, daqui, era "canalizada" para os vários pontos do Mosteiro. A água chegava à cozinha, caía por cima destas "pias" retangulares e seguia por baixo da lareira, para as latrinas.

IMG_5294.jpegIMG_5299.jpeg

GPS: 41°06'07.9"N 8°03'25.2"W

Outras fontes nas proximidades: Fonte de AncedeTanque do Mosteiro de Ancede, Fonte da Barbearia do Mosteiro de Ancede.

12
Abr19

Fonte da barbearia do Mosteiro de Santo André de Ancede, Baião, Porto

JL

As origens do Mosteiro de Santo André de Ancede remontam ao século XII. A mais antiga referência conhecida, de 1120, é respeitante à sua ligação aos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho. Durante vários séculos este mosteiro deteve um considerável património fundiário ligado à produção vinícola, que lhe permitiu beneficiar de grande poder económico. Todavia, em meados do século XVI, pouco restava já dessa época áurea e o mosteiro entrou num período de decadência, com as dependências degradadas e um número muito reduzido de religiosos. Em 1560 passou a depender de São Domingos de Lisboa e, a partir de então, foram executadas várias campanhas de obras com o objectivo de recuperar o conjunto arquitectónico. 

Com a Extinção das Ordens Religiosas o mosteiro foi vendido em hasta pública, ficando na posse do Visconde de Vilarinho de São Romão. A capela e a igreja passaram, em 1932, para a paróquia de Ancede. Atualmente, e desde 1985, o mosteiro é pertença da Câmara Municipal de Baião.                                                                                                                                               (in, DGPC)

 

A água era "canalizada" até à barbearia, saindo por esta pequena fonte, agora em ruínas, tal como o conjunto dos vários edifícios que compunham o Mosteiro.

IMG_5273.jpeg

Apesar das ruínas, há planos para a sua recuperação.IMG_5269 (1).jpeg

GPS: 41°06'07.9"N 8°03'25.2"W

Outras fontes nas proximidades: Fonte de Ancede, Tanque do Mosteiro de Ancede, Cozinha do Mosteiro de Ancede.

11
Abr19

Tanque do Mosteiro de Santo André de Ancede, Baião,

JL

Este tanque era muito importante no dia a dia do mosteiro: uma autêntica obra de engenharia que, através de um sistema hidráulico inovador para a sua época, ia buscar a água a uma mina e a levava até aos diversos tanques, lavatórios e à cozinha. 
Será, provavelmente, do século XVIII.

IMG_5268.jpegIMG_5255.jpegIMG_5259.jpegIMG_5264 (1).jpeg

O espaço onde se localiza era também utilizado para refeições:IMG_5260.jpeg

Outras fontes nas proximidades: Fonte de Ancede, Fonte da Barbearia do Mosteiro, Cozinha do Mosteiro de Ancede.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D