Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

10
Mai19

Marco-fontanário, Guimarães, Braga

JL

Os marcos fontanários dão imenso jeito e são um bom aliado na proteção do meio ambiente. Contudo, no nosso país, são cada vez mais difíceis de encontrar, sendo poucas as cidades que ainda os têm. Por volta de 1922, em Guimarães, havia cerca de 45! No meu passeio pela cidade, em dezembro último, apenas vi este que aqui apresento. Por sinal, bem bonito e em bom estado!

IMG_3828.jpegIMG_3830 (1).jpegIMG_3824 (1).jpeg

GPS: 41.4466891,-8.2920424

Outras fontes em Guimarães: Chafariz da VitóriaChafariz de D. João IFonte da RamadaFaunitoMaria da GraçaChafarizes do Largo João Franco, Chafariz do Toural, Chafariz do Largo do Carmo, Fonte dos Apóstolos, Chafariz na Rua de Santo António.

15
Abr19

Chafariz de Serpa Pinto, Cinfães, Viseu

JL

Este chafariz fica no centro de Cinfães, uma vila portuguesa, do distrito de Viseu, cuja história está ligada aos Cavaleiros Templários, a Afonso Henriques e a Egas Moniz. Há também espaço para homenagear o explorador português Serpa Pinto. 

Data de 1892. O painel de azulejos foi colocado para comemorar o centésimo aniversário da morte do explorador, em 2000.

IMG_5469 (2).jpegIMG_5471.jpegIMG_5470.jpeg

#aguapublica

GPS: 41.0745036,-8.0951338

Outras fontes em Cinfães: Fonte dos Amores, Fonte do Museu de Serpa Pinto, Fonte no Jardim da Igreja Matriz de Cinfães.

18
Mar19

Fonte no Largo Moisés Leonel Martins, Coelhoso, Bragança

JL

Conhecida, outrora, pelo seu subsolo rico em recursos minerais, de onde se extraiu estanho e volfrâmio, Coelhoso é, provavelmente, a freguesia que mais dista da sede de concelho. Atualmente, é, ainda uma grande aldeia mas, por altura da II Guerra Mundial, chegaram a trabalhar, nas várias minas da localidade, cerca de 2 mil pessoas. As minas já não estão em funcionamento mas ainda é possível visitar a entrada de algumas delas e facilmente se imagina a vida dura que teria sido então...

Este largo é uma homenagem da aldeia a um homem da terra, feita em 2005.

IMG_6101.jpegIMG_6099.jpeg

A ponte, que era utilizada por muitos dos mineiros, foi recentemente restaurada:

IMG_6022.jpeg

Outras fontes em Coelhoso: Fonte das Cantarias, Fonte do Brasileiro.

31
Jan19

Fonte em Taboeira, Aveiro

JL

Esta fonte encontra-se num largo por onde passa muita gente, a caminho do campo de futebol de uma das escolas mais ativas de Aveiro. Talvez por isso seja importante que este bebedouro tenha água própria para o consumo, apesar do abandono a que está votado todo o espaço. Na verdade, o lixo e a falta de limpeza predominam... Além disso, normalmente, há sempre carros estacionados à frente e, por isso, muita gente deve passar sem se aperceber deste exemplar do património municipal. Ao lado, na paragem do autocarro, uma placa indica-nos a data de 1933...

IMG_3603IMG_3602IMG_3604IMG_3551IMG_3608

GPS: 40.653952,-8.5828724

Outras fontes em Taboeira: Lavadouro e fonte.

24
Jan19

Fonte de São João, Luso, Mealhada, Aveiro

JL

O nome desta fonte advém da capela de São João Evangelista (inícios do século XVIII), que fica um pouco acima, mas também é conhecida como a "Fonte das Onzes Bicas".

É muito raro conseguir-se uma fotografia desta fonte sem captar as imensas pessoas que se deslocam propositadamente ao Luso para encher os muitos garrafões que aqui se enchem diariamente! Aliás, junto da mesma, está afixado um cartaz, com as normas de conduta, limitando o número de garrafões por pessoa, de modo a controlar os mais exagerados... Mesmo assim, muitas pessoas ignoram as regras de boa educação, quando têm de partilhar um bem público...Desnecessariamente! É que a água que aqui se bebe não tem nada a ver com a famosa marca engarrafada!!! 

A Fonte de S. João no centro da vila do Luso é uma Água de Nascente, de origem superficial e que é tratada como as restantes águas da torneira. É a água de abastecimento público da vila do Luso. Esta fonte é da Câmara Municipal da Mealhada. 
A água da fonte de S. João é uma água da vila do Luso, mas que em nada está relacionada com a Água Mineral Natural de Luso engarrafada.
A Água de Luso engarrafada é uma Água Mineral Natural, que tem origem na água da chuva infiltrada na Serra do Bussaco, em rochas formadas por quartzo e é uma água de circulação muito profunda.
É uma água captada em profundidade, que foi sujeita a centenas de anos de filtragem natural, através dos solos da Serra do Bussaco, esteve depositada em aquíferos com grande incidência de quartzitos, o que a torna uma água levíssima e que permite ser engarrafada, sem necessidade de qualquer tratamento, ou seja, como vem da Mãe Natureza (...).                                                                                               in, Rota da Bairrada.

IMG_4253

IMG_4252

Localização GPS: 40°22'59.6"N 8°22'34.3"W

Outras fontes no Luso: Chafariz.

 

16
Jan19

Espelho de Água - Fonte da Seiceira, Ameixial, Faro

JL

Mais uma colaboração de um amigo, com o seguinte texto:

Na estrada nacional 2, ao km 687,95, junto à localidade de Ameixial. É a primeira aldeia que se encontra depois de entrar no Algarve, pela EN2 em direção ao Sul.  Esta fonte está em óptimo estado de conservação e com água própria para consumo, pois foi projeto vencedor do orçamento participativo 2014 do Município de Loulé. Por detrás, tem uma piscina natural muito bem arranjada e que, por sinal, tem uma água muito limpa, mas muito fria. Junto à fonte, existe um enorme parque de merendas, onde se realizam as festas comemorativas do 1º de Maio.

GPS:  37.368334, -7.969413
 

IMG_20180705_103533IMG_20180705_103601IMG_20180705_103614IMG_20180705_103510IMG_20180705_103746Obrigada, mais uma vez, Jorge!

25
Ago18

Fonte da sorte ou Fonte de Fritschi, Lucerna, Suíça

JL

A Suíça é o país das fontes e, por incrível que pareça, para quem está habituado a comprar água, quando anda em passeio, aqui basta ter um recipiente e ir enchendo! De um modo geral, as fontes na Suíça seguem um modelo semelhante e, para quem seja mais distraído, parecem todas iguais. Contudo, não é bem assim. Algumas delas têm lendas ou crenças associadas, tal como a de Fritschi, em Lucerna: quem beber desta água, terá sorte, até à meia noite desse dia. Por isso, está sempre muita gente à sua volta, enchendo qualquer tipo de vasilhame, na esperança que tal seja verdadeiro...

 

IMG_8220.jpg

IMG_8218.jpg 

Esta fonte, apesar de ser de 1918, segue o modelo renascentista das outras fontes suíças, remetendo-nos para o século XV. Na coluna da fonte, podem ver-se várias máscaras, entre elas a de Fritschi, um homem idoso, e a da sua esposa, carinhosamente chamada de Fritschine, ambos ligados à origem do carnaval de Lucerna. Por isso, é daqui que parte o carnaval de Lucerna, um dos mais típicos da Suíça. Diz-se que o seu corpo está enterrado debaixo desta fonte...

IMG_5937.jpg

IMG_8211.jpg

IMG_8219.jpg

IMG_8215.jpgIMG_8217.jpg

Outras fontes em Lucerna:

 

 

 

16
Jul18

Fonte nas traseiras do Balneário da rainha D. Amélia, Termas de São Pedro do Sul, Viseu

JL

Têm mais de dois mil anos os testemunhos da utilização das águas termais, nesta localidade. No século XII eram denominadas de Caldas Lafonenses. Em 1152, D. Afonso Henriques concedia o 1º Foral à Vila do Banho, sendo também aqui que ele próprio procurará, em 1169, a cura para uma perna fracturada na Batalha de Badajoz. Nessa altua, o nome da localidade era "Caldas Lafonenses, na vila do Banho. Aqui constrói uma pequena capela, dedicada a S. Martinho.

Mais tarde, a rainha D. Amélia vem fazer alguns tratamentos para estas termas, fazendo com que a localidade adopte o nome de Caldas da Rainha D. Amélia. Com a República, o local passa a ser, definitivamente, Termas de S. Pedro do Sul. 

É por isso que os dois mais importantes balneários da localidade têm o nome destes dois monarcas portugueses.

Nas traseiras do Balneário da Rainha D. Amélia, junto a uma coleção de banheiras antigas, encontramos mais uma fonte de água quente.

IMG_3143.jpgIMG_3141.jpgIMG_3140.jpgIMG_3139.jpg

Outras fontes nesta localidade: Torneira, Fonte de São Martinho, Fonte nas termas, Jato de águaFonte na Avenida da PonteFonte no Largo da CercaFonte junto à Igreja de Santo António.

15
Jul18

Fonte de São Martinho, Termas de São Pedro do Sul, Viseu

JL

A água desta fonte é, não só, potável mas também de excelente qualidade. Não é fácil encontrá-la, pois fica um pouco escondida no jardim, junto ao Vouga, e a única sinalética existente é pouco visível. Está revestida de azulejos azuis, à semelhança de outras desta freguesia. Encontra-se em relativo bom estado de conservação, apesar de alguns azulejos já se mostrarem um pouco danificados e de haver um nicho vazio...

IMG_3183.jpgIMG_3185.jpgIMG_3187.jpgIMG_3182.jpgIMG_3181.jpgIMG_3186.jpg

Vista do outro lado do rio: 

IMG_3099.jpgOutras fontes nesta localidade: Torneira, Fonte nas termas, Jato de águaFonte na Avenida da PonteFonte no Largo da CercaFonte junto à Igreja de Santo António.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D