Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

11
Nov20

Fonte no Parque do Carriçal, Senhora da Hora, Matosinhos, Porto

JL

Neste parque urbano, outrora chamado de Mãe d' Água devido a uma grande nascente subterrânea aqui existente, há diversas fontes, umas mais bem tratadas do que outras. As fotos foram-me enviadas pela minha amiga Célia, que costuma vir passear para aqui, nos seus tempos livres.

118287269_1028956177562222_125339839443673515_n

Obrigada, Célia, pela colaboração.

10
Nov20

Fonte das Sete Bicas, Senhora da Hora, Matosinhos, Porto

JL

No verão, a minha amiga Célia, andou pela Senhora da Hora e fez alguns registos para esta minha coleção de fontes. Uma das que fotografou está ligada a uma crença que, hoje em dia, já pouco sentido faz para as moças "casadoiras", que por aqui passam. Mesmo a própria romaria da Senhora da Hora já não tem o brilhantismo de outros tempos, quando muitos romeiros acorriam para pagar as suas promessas ou atraídos pelas diversões que tinham ao seu dispor, no recinto fronteiro à Ermida. Outra atração, tinha a ver com as águas desta fonte que eram consideradas "milagrosas" e capazes de garantir casamento, para breve, a quem a bebia. À referida fonte também eram atribuídos poderes de fertilidade... Mais informação pormenorizada, pode ser lida na página da junta de freguesia. 

Data de 1893, apesar de já haver referências às águas da Senhora da Hora desde 1623.

117991910_954998011672943_1618928375505177394_n118249200_311552333520489_3817031900591217090_n118040478_310940039963335_6507532770711512350_n

Obrigada, Célia, pela colaboração! Adorei conhecer a história por trás desta fonte!

09
Nov20

Fonte de São Domingos da Serra, Relva, Castelo de Paiva, Aveiro

JL

Esta foi a segunda fonte que a minha amiga Graça me enviou, após o seu passeio por aqui. Como eu referi, na publicação de ontem, nesta zona situa-se a capela de São Domingos da Serra, com uma vista fabulosa sobre o rio Douro. Os momentos mais altos desta capela, acontecem duas vezes no ano quando os peregrinos para aqui se deslocam, muitos deles a pé, vindos de várias concelhos limítrofes. 

P1790318P1790317P1790316

Mais uma vez, obrigada, Graça, pela tua colaboração e amizade! 

08
Nov20

Fonte em São Domingos da Serra, Raiva, Castelo de Paiva, Aveiro

JL

Este registo foi feito pela minha amiga Graça que, há tempos, andou a passear por aqui. Nesta zona, há um santuário que atrai muitos peregrinos e que costumam fazer promessas, vindo a pé até ao alto da montanha, a quase 500 metros de altitude. Este local local foi preparado a pensar neles.

P1790358P1790361

Obrigada, Graça, pela tua colaboração! Beijinhos

24
Jul20

Chafariz de Celeiros, Mafra, Lisboa

JL

O senhor João Almeida, visita assídua deste blogue, enviou-me estas fontes, de um chafariz oitocentista, com o seguinte texto:

«Sintomaticamente construído na primeira curva da nova estrada, mas onde se encontravam também os que atravessavam a ribeira de Cheleiros pela ponte medieval em direcção a Norte, não ilustra apenas a renovação viária oitocentista aqui ocorrida; é também o mais importante elemento que relaciona a localidade com os seus senhores entre os séculos XVII e XIX: a Casa do Infantado [para a qual a tutela da povoação passou por falta de descendência dos Ataíde], instituição criada por D. João IV para servir os filhos segundos da monarquia portuguesa. Construído em 1833, conforme revela a inscrição comemorativa associada ao brasão real, recebeu um primeiro restauro em 1895, ano em que houve necessidade de se ampliar o ponto de captação de água. É um inequívoco chafariz oitocentista, de espaldar e tanque anexo, artisticamente enriquecido por mísulas classicizante que sustentam um frontão contracurvado de dois segmentos. Ao nível das bicas, o espaldar é revestido por secção horizontal de cantaria, que se liga ao tanque, sendo este alimentado por três bicas de formato circular integralmente realizadas em cantaria» (FERNANDES, 2008, p. 46). Existindo outros chafarizes na povoação «o chafariz, que a comunidade reconhece como tal, é este equipamento, de patrocínio régio e destinado a servir a estrada também régia» (FERNANDES, 2008, p. 47). Sob a pedra de armas com o escudo de Portugal, encimado por coroa e dragão, numa inscrição no lioz pode ler-se em singela cartela «ERA DE 1833» e, em lápide rectangular mais saliente: «Foi feito Este Chafariz por P.[rivilégio] R.[eal] / do D.[inheiro] das S.[omas] das Sizas. Toda a pessoa, / que tirar. Agua do tanque sara. con / denado pello Senado, da Cama / ra desta Villa:” (REAL, 1957, p. 208, citado por FERNANDES, 2008, p. 46).

FERNANDES, Paulo Almeida – «Notas sobre o urbanismo da antiga Vila de Cheleiros», Boletim Cultural 2008, Mafra, Câmara Municipal de Mafra, 2009, pp.27-66 (https://www.academia.edu/310534/Notas_sobre_o_urbanismo_da_vila_de_Cheleiros ) [consultado em 7 de julho de 2020] ; REAL, Mário Guedes — Fontes, bicas e chafarizes estremenhos: epigrafia e heráldica. Boletim da Junta de Província da Estremadura, S. 2, nºs 44—46. Lisboa: Junta de Província da Estremadura. (1957); pp. 169-210; Câmara Municipal de Mafra - «Cheleiros, Percurso urbano» (https://www.cm-mafra.pt/cmmafra/uploads/writer_file/document/1209/cheleiros__percurso_urbano.pdf ) [consultado em 7 de julho de 2020].

0302

GPS: 38.8895565,-9.3267556

Outras fontes nas proximidades: Fonte no Claustro do Convento de Mafra, Aldeia-museu José Franco.

22
Jun20

Fonte do Dragão, Mersch, Luxemburgo

JL

A minha amiga Liliana, que agora vive no Luxemburgo mas em tempos foi minha aluna, cá em Portugal, enviou-me esta fotografia, de um praça, onde gosta de passear com o seu filhote.

Pelos vistos, por todo o lado, ainda há muito que fazer, pela preservação do meio ambiente.

104535096_194561511874338_7950815738706070129_n.jpg

Obrigada, Lili, pela lembrança. É a primeira fonte, desse país, neste blogue... 

Outras cidades com fontes com dragões: Copenhaga, FussenMarburg, Stein Am Rhein, Milão, HamburgoPorto...

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D