Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

06
Dez19

Fonte Cavaco, Agros, Junqueira, Vale de Cambra

JL

Desta fonte pouco resta, para lá da placa toponímica. A pedra está quase escondida pela vegetação e já pouca gente consegue chegar até ela, uma vez que, o próprio caminho, também vai desaparecendo. Não é de admirar: quase ninguém passa por aqui, pois é mais uma aldeia onde as dificuldades para se (sobre)viver são enormes. 

IMG_9986IMG_9990IMG_9988IMG_9991IMG_9980

GPS: 40.7884411,-8.3329639

Outras fontes nas redondezas: Chafariz no Largo da Sesta.

18
Jul19

Canal de Azulejos, Jardins do Palácio Nacional de Queluz, Lisboa,

JL

Uma das belezas destes jardins encontra-se aqui, junto da Escadaria de Robillion, onde a ribeira do Jamor, que atravessa todo o parque, foi aproveitada para lazer e entretenimento da Família Real. As paredes internas do canal, o arco de suporte e até as escadas de acesso ao riacho foram revestidos por painéis de azulejos policromados ou com motivos em azul e branco, datados de 1756, numa extensão de 115 metros. Com a ajuda de comportas, criou-se o Lago Grande, erguendo-se, na parte central do canal, a Casa do Lago, uma “casa de fresco” decorada em chinoiserie ao gosto da época. Também chamada Casa Chinesa ou Casa da Música, nela tocava a orquestra de câmara da rainha, nas tardes de verão, enquanto a família real passeava de "gôndolas" sobre as águas espelhadas que, aprisionadas por um sistema de comportas, refletiam os azulejos do interior das paredes, com representações de palácios, portos de mar e ruínas da Antiguidade. Nessa altura, esse Canal de Azulejos era também conhecido por Lago Grande. À noite, ao longo do canal, acendiam-se archotes em forma de cornucópias de talha dourada.

Quem o vê, agora, dificilmente consegue imaginar o que aqui se passava, há pouco mais de 100 anos... 

IMG_1908.jpegIMG_1901.jpegIMG_1897.jpeg

GPS: 38.750503, -9.257931

Outras fontes nas proximidades: Lago das MedalhasFonte de Neptuno, Cascata Monumental, Cascata das ConchasLago das medalhasLago de Nereide, Lago das Conchas, Lago dos DragõesLagos dos Macacos, Tanque do Curro, Outras fontes.

07
Jul19

Fonte dos Pisões, Sintra, Lisboa

JL

A caminho da Quinta da Regaleira, uma fonte que, nos dias de calor, é um consolo para os milhares de turistas que por ali passam, a pé. Contudo, o seu aspeto, afasta qualquer ser sequioso.  Exatamente por isso, merecia mais atenção e limpeza regular. Os azulejos são lindos! 

A atual fonte foi erigida em 1931, tal como se lê numa placa no local. Contudo, há registos de uma outra, na era de quinhentos.

IMG_1050.jpegIMG_1016.jpeg

Outras fontes nas proximidades: Chafariz de Vila Chã, Fonte da Abundância, 

04
Jun19

Chafariz do Anjo, Porto

JL

Também conhecido por Chafariz de S. Miguel. Está a precisar, urgentemente, de um bom restauro. Data do século XVIII e a sua construção é atribuída a Nicolau Nasoni. Como se pode ver pelas fotografias, o anjo S. Miguel, no topo da coluna, já mal se distingue. 

IMG_5153.jpegIMG_3982 (1).jpegIMG_3981.jpegIMG_3980.jpeg

GPS: 41.1430247,-8.6110603

Outras fontes nas redondezas: Jardins de Nova SintraChafariz do AnjoFonte da Porta do OlivalJuventudeChafariz do LaranjalChafariz do Jardim de São LázaroChafariz no Museu Militar do Porto, Fonte Monumental de Mouzinho da SilveiraChafariz na Rua do Souto, Chafariz da Rua Escura.

27
Mai19

Chafariz no Jardim de São Lázaro, Porto

JL

Esta fonte era o lavabo que estava na Sacristia da Igreja Nova do Convento de São Domingos, que existiu entre 1239 e 1832, altura em que foi destruído pelo fogo. Desde 1883 que se encontra neste jardim.

IMG_3881.jpeg

IMG_3882.jpegIMG_5134.jpeg

GPS: 41.1461943,-8.6027222

Outras fontes nas proximidades: Jardins de Nova Sintra, Chafariz do Anjo, Fonte da Porta do Olival, Juventude, Chafariz do Laranjal

 

 

08
Mai19

Fonte dos Apóstolos, Guimarães, Braga

JL

Quem passeia pelo bonito Largo República do Brasil, vulgarmente conhecido por Campo da Feira, não deixa de reparar em quatro altos pedestais, em granito, encimados pelas estátuas de São Pedro, S. Paulo. S. Tiago Maior e S. Bartolomeu. Não consegui averiguar a data concreta da sua construção mas, em 1827, já se falava em colocar dois tanques junto aos apóstolos e, a 18 de Maio de 1857,  foi arrematada a construção de um aqueduto que encaminhasse a água sobejante do tanque do Campo da Feira para os pedestais dos Apóstolos (cf, aqui).

Atualmente, dois pedestais, ainda apresentam na sua base, as marcas dos dois fontanários aqui existentes. Num deles, ainda se pode ver um letreiro onde se diz que a água é potável. No entanto, há muito que a água deve ter parado de correr pelos canos que agora estão enferrujados.

IMG_3898 (1).jpegIMG_3911.jpegIMG_3906.jpegIMG_3908.jpeg

GPS: 41.4416093,-8.2906184

Outras fontes em Guimarães: Chafariz da VitóriaChafariz de D. João IFonte da RamadaFaunitoMaria da GraçaChafarizes do Largo João Franco, Chafariz do Toural, Chafariz do Largo do Carmo.

28
Mar19

Chafariz de São Francisco, Viseu

JL

O seu nome deriva do nicho com a imagem deste santo, que pode ser vista na frontaria.

Situa-se na Rua do Arco, junto da Porta dos Cavaleiros, um dos últimos trechos da antiga muralha Afonsina. Está completamente desativada. A parte posterior, junto à estrada, está totalmente revestida com azulejos e apresenta um painel com as armas da cidade. Toda ela precisa de restauro urgente, principalmente os azulejos que já estão a desparecer...

Camilo Castelo Branco, no seu "Amor de Perdição", descreve uma violenta cena de pancadaria, junto a esta fonte.

Data de 1741.

IMG_4641.jpegIMG_4631.jpegIMG_4636.jpegIMG_4645.jpeg

GPS: 40.6615778,-7.9086601

Outras fontes em Viseu: Rotunda luminosa, Chafariz das Três Bicas, Rotunda Carlos Lopes, Fontanários de Santa Cristina, Rotunda Cibernética

05
Mar19

Fontanário da Praça da República, Sardoal, Santarém

JL

Mais uma contribuição de um amigo que, recentemente, fez umas caminhadas pela zona centro do país.

Sardoal tem águas, desde longa data, afamadas por serem curativas. Daí ser uma região com muitas fontes, a maior parte delas bem conservadas. A fonte da Praça da República é do início do século XX e os seus bonitos azulejos precisavam de um restauro, antes que se percam, por completo...

IMG_20190223_162626.jpgIMG_20190223_162636.jpgPANO_20190223_162642.vr.jpg

Data: 1934

GPS: 39.534581, -8.161076

Outras fontes nesta localidade: Fonte da Preta.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D