Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

29
Abr21

Casa dos Repuxos Ruínas de Conímbriga, Condeixa a Nova, Coimbra

JL

Em 2015, voltei a Conimbriga para mostrar aos meus filhos as ruínas romanas mais fabulosas que temos no país. A manutenção do espaço tem sido muito bem conseguida de tal maneira que demorámos mais tempo do que o inicialmente previsto. É uma lição prática de história, que vale mesmo a pena fazer...

Esta fotografia ilustra o que resta de uma casa aristocrática, um excelente exemplar da arte do mosaico, da pintura mural e da arquitetura de água muito usada pelos romanos.

DSCN4228

(Fotografias de 2015)

02
Abr21

Cascata, Jardim da Sereia (Parque de Santa Cruz), Coimbra

JL

Estes terrenos começaram por ser pertença dos Cónegos Regrantes de Santo Agostinho, em 1131, fazendo parte da Quinta da Ribela. Já no século XVIII, foram arranjados como local de recolhimento, meditação e lazer para os Crúzios, ou seja, os membros da Ordem da Santa Cruz. Em 1885, o espaço é adquirido pela Câmara de Coimbra, passando a ser de frequência pública.

A imponente cascata (muitas vezes apelidada erradamente de Fonte da Sereia) chama a atenção, devido aos seus três corpos visíveis à distância, mas também aos majestosos painéis de cantaria, decorados a azulejos. No topo do corpo central, vemos um nicho com a figura de Nossa Senhora da Conceição; os azulejos dos corpos laterais representam cenas bíblicas, típicos do século XVIII.                                                                                                           Fonte: Cm-Coimbra

IMG_0734IMG_0738

(Fotografias de 2019)

GPS: 40.2094859,-8.4181295

Outras fontes nas proximidades: Fontanário Central (Botânico), Fonte dos Três Bicos (Botânico), Fonte dos Amores, Fonte da Nogueira, Cascata (Jardim da Sereia), Lago Dr. Luís Carisso.

01
Abr21

Fonte dos Três Bicos, Jardim Botânico, Coimbra

JL

No dia 22 de junho de 2013, a Universidade de Coimbra foi declarada Património Mundial da Humanidade, do qual o Jardim Botânico é uma parte fundamental. Num dos seus caminhos encontrei esta fonte, em avançado estado de ruína. Infelizmente, o seu restauro será difícil de acontecer... Pensa-se que a sua origem seja anterior à do próprio jardim (1772), quando a mata ainda pertencia à ordem dos Beneditinos e seria, provavelmente, mais um local de meditação e oração, em contacto com a natureza. É também conhecida como Fonte de Santa Escolástica.

IMG_2934IMG_0774

(Fotografias de 2019)

GPS: 40.204474,-8.4246304

Outras fontes em Coimbra: Fontanário Central, Fonte dos Três BicosCascata (Jardim da Sereia), Fonte dos Amores, Fonte da Nogueira, Lago Dr. Luís Carisso.

31
Mar21

Lago Dr. Luís Carisso, Jardim Botânico, Coimbra

JL

Este lago, criado em 1948, é uma homenagem ao Dr. Luis Carisso (1886-1937), um notável conimbricense que, entre vários cargos desempenhados ao longo da sua vida, se destacam os dezanove anos como responsável do Instituto Botânico. 

IMG_0751IMG_0749IMG_0750

(Fotografias de 2019)

GPS: 40.2059194,-8.4229637

Outras fontes nas proximidades: Fontanário Central, Fonte dos Três Bicos, Cascata (Jardim da Sereia), Fonte dos Amores, Fonte da Nogueira, Lago Dr. Luís Carisso.

30
Mar21

Fontanário Central, Jardim Botânico, Coimbra

JL

O Jardim data do século XVIII e foi construído por ordem do Marquês de Pombal, com a finalidade de criar e estudar plantas para fins medicinais. Atualmente, trata-se de um espaço verde imperdível, no centro de Coimbra. Quanto ao fontanário, presume-se que seja da autoria de Álvaro da Fonseca e que foi aqui colocado em 1949, por cima de um tanque já existente. 

IMG_0752IMG_0755IMG_0762(Fotografias de 2019)

GPS: 40.2058614,-8.4214035

Outras fontes em Coimbra: Fonte dos Três Bicos, Cascata (Jardim da Sereia), Fonte dos Amores, Fonte da Nogueira, Lago Dr. Luís Carisso.

23
Jul20

Jardim na Praia Fluvial da Senhora da Piedade, Lousã, Coimbra

JL

Numa das margens da ribeira de São João, depois de passada a ponte de acesso ao Santuário, ao lado da piscina para crianças e para pessoas com mobilidade reduzida, encontramos um pequeno jardim, com uma fonte, de beleza discutível. Mas ainda funciona, o que é importante e mostra alguma preocupação com o espaço.

IMG_3688IMG_3685

GPS: 40.099861,-8.2340658

Outras fontes nas proximidades: Fonte da VidaFonte da Esperança, Gruta "1926", Gruta da XIV estação da Via Sacra, Fonte na praia fluvial.

22
Jul20

Gruta "1926", Santuário de Nossa Senhora da Piedade, Lousã, Coimbra

JL

Outra das grutas existentes nas proximidades deste Santuário tem a indicação de 1926, na sua entrada. É provável que se trate de uma referência ao ano em que foi escavada, na montanha. A água que corre lá dentro é, depois, encaminhada para o Parque de São João, no Terreiro Inferior do Santuário.

IMG_3654IMG_3657

GPS: 40.0984509,-8.2346294

Outras fontes nas proximidades: Fonte da VidaFonte da Esperança, Jardim na Praia Fluvial, Fonte na Praia Fluvial,  Gruta da XIV Estação da Via SacraTerreiro inferior ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade.

21
Jul20

Gruta da XIV estação da Via Sacra, Santuário da Senhora da Piedade, Lousã, Coimbra

JL

A Lousã é muito apreciada pelos amantes dos percursos pedestres por causa das dezenas de kms de trilhos, que atravessam vegetação em estado quase selvagem, por encostas de vistas deslumbrantes e por caminhos de xisto que, outrora, eram a única ligação entre as várias aldeias e a vila. Um desses trilhos é o PR2, que liga o Castelo da Lousã e as aldeias do Talasnal e de Casal Novo. É um trilho circular, não muito longo, que se faz com relativa facilidade, principalmente se se começar pela esquerda, do castelo, uma vez que a montanha, do outro lado do rio, tem um declive muito maior e, por isso, será mais fácil descê-la do que subi-la... Além disso, nessa parte final do percurso, encontramos uma ajuda extra: água potável, de nascentes naturais, inseridas no meio de grutas que terão sido escavadas para o efeito.

A primeira dessas grutas, para quem vem do Talasnal, fica no percurso da via sacra, na estação XIV. À falta de informação extra, foi esse o nome que lhe dei...

IMG_3646IMG_3641

GPS: 40.0984509,-8.2346294

Outras fontes nas proximidades: Fonte da VidaFonte da Esperança, Gruta "1926", Terreiro inferior ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade, Fonte na praia fluvial, Jardim na Praia Fluvial.

20
Jul20

Terreiro Inferior ao Santuário da Senhora da Piedade, Lousã, Coimbra

JL

Apesar da sua distância, ao centro da vila, esta é a "casa" da padroeira da Lousã. Todos os anos, no segundo domingo após a Páscoa, a imagem é mudada para a Igreja Matriz, onde permanece quatro semanas, regressando, depois, em procissão. O Santuário é composto por várias capelas, sendo a mais antiga a da padroeira, construída em 1624, segundo consta numa inscrição. Após a procissão, os peregrinos procuram as tão desejadas sombras,  nos espaços envolventes, para comerem a merenda. O Terreiro inferior, como o nome indica, fica por baixo da zona da ermida e encontramos aqui mesas para piquenique, um lago e uma fonte. Também aparece com o nome de Parque de São João.

IMG_3666IMG_3659

O interior do Santuário:

IMG_7141

GPS: 40.099347,-8.234708

Outras fontes nas proximidades: Fonte da Vida, Fonte da Esperança, Gruta "1926", Gruta da XIV estação da Via Sacra, Fonte na praia fluvial, Jardim na Praia Fluvial.

Replicação

Todas as imagens que utilizo neste blogue são da minha autoria. Os textos podem ser reproduzidos, desde que seja referenciada a origem e a autoria dos mesmos.

Pesquisar

Mensagens

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub