Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

20
Dez20

Refeitório do Mosteiro dos Jerónimos, Lisboa

JL

No Mosteiro que demorou todo o século XVI a ser construído está o mais belo refeitório de Portugal. Desde a sua construção, em 1517/1518, pelo mestre Leonardo Vaz e os seus oficiais, e até 1834, foi lugar exclusivo das refeições dos monges da Ordem de São Jerónimo. Mais tarde, juntaria aqui as crianças da Casa Pia de Lisboa, também à hora da refeição.

IMG_2526IMG_2543IMG_2534

GPS: 38.6973886,-9.2055408

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do Império, Fonte Luminosa, Chafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e II, Fonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos.

19
Dez20

Chafariz no Miradouro de Santa Luzia, Lisboa

JL

O Miradouro de Santa Luzia tem uma ampla vista sobre Alfama e o rio Tejo e, por isso, é um local muito escolhido por turistas, sendo, por vezes, muito difícil conseguir-se um espaço, para a fotografia da "praxe". Todos querem ver uma das mais belas vistas de Lisboa. Provavelmente, poucos darão pela presença deste chafariz, sobretudo por estar, infelizmente, (praticamente) abandonado. 

IMG_2670IMG_2669

GPS: 38.711331,-9.1306431

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio DouroChafariz do CarmoBebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte Norte da Praça D. Pedro IV, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, Fonte "Wallace", Fontes no Castelo de São Jorge, Fonte no Chapitô, 

18
Dez20

Marco-fontanário, Lisboa

JL

No Arquivo Municipal de Lisboa existem várias fotografias destes antigos marcos fontanários espalhados pela cidade, sendo, a mais antiga, de 1947. Atualmente, são cada vez mais, uma raridade. Este, fica na Calçada do Marquês de Tancos, paredes meias com a Costa do Castelo. Tenho esperança que o Projeto Bebedouros de Lisboa também passe por estes pequenos marcos, tão característicos da nossa capital! 

IMG_2795IMG_2791

GPS: 38.7121549,-9.1345673

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio DouroChafariz do CarmoBebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte "Wallace"Fonte Norte na Praça D. Pedro IV, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, Fonte no Chapitô.

 

17
Dez20

Fonte no Chapitô, Lisboa

JL

A casa onde fica a única escola de palhaços do país é imperdível. Entrámos aqui por acaso e parecia que tínhamos entrado num filme fantástico! A vista sobre o Tejo é fabulosa e todo o espaço é muito sui generis. A casa foi restaurada, nos anos 80, para albergar a escola. Junto às escadas este tanque ostenta a assinatura de Cassiano Branco. Não sei se a mesma se refere à estátua de mármore, em particular, ou a algum projeto de arquitetura, mais geral, aqui efetuado, anteriormente. Seja como for, é uma mais valia, neste espaço, e deveria ser mais cuidada...

IMG_2789IMG_2790

A vista do restaurante, sobre os telhados de Lisboa e o rio Tejo.

IMG_2783

GPS: 38.7116491,-9.1339566

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio DouroChafariz do CarmoBebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, Fontes no Castelo, Fonte no Miradouro de Santa Luzia, 

16
Dez20

Fontes no Castelo de São Jorge, Lisboa

JL

Já não visitava o castelo de São Jorge há vários anos. Desta vez, o intuito foi mostrar a vista, que daqui se obtém, aos meus filhos. Na realidade, eles acharam mais piada aos pavões que, neste dia soalheiro de carnaval, se passeavam calmamente no meio dos inúmeros turistas que por ali andavam... Eu aproveitei e fotografei as diversas fontes, quase todas abandonadas:

IMG_7442IMG_2672IMG_2675IMG_2681IMG_2682IMG_2695IMG_2698IMG_2706IMG_2709IMG_2711IMG_2713IMG_2766

Um dos belíssimos "donos" do jardim:

IMG_2764

Outra fonte junto às muralhas exteriores do castelo, num espaço ocupado por uma esplanada e onde aproveitámos para descansar um pouco, sem sabermos que, dias depois, iríamos ter muitos dias para descansar:

IMG_7460

GPS: 38.7130833,-9.1341279

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio Douro, Chafariz do Carmo, Bebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, 

15
Dez20

Ponto de Água na Antiga Fábrica Viúva Lamego, Lisboa

JL

Um pequeno ponto de água, na antiga fábrica Viúva Lamego, fundada, como olaria, entre 1849 e 1865, por António da Costa Lamego, dando continuidade a uma antiga tradição dessa zona.  Após o seu falecimento, a sua viúva adotou o nome que ainda hoje ostenta,  apesar de, entretanto, toda a produção ser feita na zona de Sintra. Contudo, o edifício, em especial a sua fachada, fazem com que este seja um local de visita obrigatória, quando se passeia por Lisboa. 

Não se sabe se este ponto de água é do mesmo ano da fundação deste espaço. Vamos acreditar que, pelo menos, a pia seja ...

IMG_7381IMG_2642

GPS: 38.720993,-9.1349154

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio Douro, Chafariz do Carmo, Martim Moniz

14
Dez20

Taça-bebedouro, Largo do Intendente, Lisboa

JL

Já lá vai o tempo em que só de ouvirmos falar neste local ficávamos assustados. Modernizado, em 2019, é, agora, uma zona que está na moda, com restaurantes e lojas que atraem muitos turistas. Este "bebedouro gigante", que antigamente servia para dar de beber às bestas de carga e tração, foi reaproveitado, ficando a fazer a ponte com o passado desta zona, que se quer ultrapassado. É também uma homenagem a Fernando Pessoa, tendo à sua volta os primeiros versos de um dos seus poemas: "O meu pensamento é um rio subterrâneo/ para que terra vai e donde vem?"

IMG_2628IMG_2626

Nesta página, poderão fazer uma visita mais completa, à zona.

GPS: 38.7205102,-9.1348324

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio Douro, Chafariz do Carmo, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Bebedouro.

 

13
Dez20

Fontes no Martim Moniz, Lisboa

JL

Na Praça mais multicultural do país, dedicada a Martim Moniz, o fidalgo que, em 1147 ajudou D. Afonso Henriques a conquistar Lisboa, encontramos várias fontes e símbolos castelejos, com torres e elmos estilizado, dedicadas ao seu patrono. Tem sido revitalizada desde 2012. 

A linha de fontes que percorre a praça é uma referência à cerca que subia a colina, mas também nos faz lembrar os heróicos guerreiros que morreram para a conquistar...

IMG_2615IMG_2618

IMG_2620

A vista do castelo, para o Martim Moniz:

IMG_2687

GPS: 38.7158337,-9.1368263

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio Douro, Chafariz do Carmo, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego.

12
Dez20

Fonte Norte da Praça D. Pedro IV (Rossio), Lisboa

JL

Esta fonte é igual à que se encontra na parte sul desta praça. Ambas foram aqui colocadas em 1889, uma de cada lado da estátua de D. Pedro IV, e são adornadas por belíssimas esculturas de figuras mitológicas, em ferro fundido, de origem francesa.

IMG_2650IMG_2648

GPS: 38.714096,-9.1397736

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio DouroChafariz do CarmoBebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, Fonte "Wallace", Fontes no Castelo de São Jorge, Fonte no Chapitô, 

11
Dez20

Fonte "Wallace" ou Fonte dos Quatro Anjinhos, Lisboa

JL

Hesitei no nome desta fonte, ainda que seja assim conhecida, por todo o lado. Um olhar bem atento perceberá que há inúmeras diferenças entre esta e as Wallace que se encontram espalhadas pelo mundo. Já aqui publiquei a que existe em Zurique, na Suíça. Na altura, pesquisei um pouco acerca delas. Uma das suas características, e a mais visível, são as cariátides, ou seja, as quatro figuras femininas esculpidas que servem como  suporte e tomam o lugar de uma coluna ou um pilar de sustentação, com um entablamento na cabeça. Ora, olhando bem para a fonte de Lisboa, em vez das quatro figuras femininas, temos quatro anjos, com posição de braços bem diferentes das fontes parisienses, pois não seguram diretamente a cúpula, e nem vestem túnicas. A própria cúpula é bem diferente e mesmo o pilar que sustém a fonte pouco tem em comum com os originais... E nem falo da diferença mais óbvia: a cor! Neste caso, a ferrugem já tomou conta de quase todo o exemplar. Enfim, as autoridades deviam dar-lhe mais atenção, se querem continuar a dizer que têm uma "Fonte Wallace", em Lisboa e a figurar na lista dos 17 países pertencentes a este "clube"... Já eu, continuarei em dúvida quanto ao seu nome...

Nota: Dias depois de ter feito esta publicação, e vasculhando publicações antigas de Lisboa, deparo-me com fotografias de Joshua Benoliel, de 1905, chamando-lhe "Fonte dos Anjinhos ou Fontanário dos Quatro Anjinhos". A mesma página diz que a fonte terá vindo com as fontes gémeas, de França, no século XIX, e publica outras fotografias, a mais recente de 1959, sempre com o mesmo nome, na legenda e sem qualquer referência a "Wallace"! 

IMG_2654IMG_2653

GPS: 38.7135145,-9.1395372

Outras fontes nas redondezas: Jardins da Praça do ImpérioFonte LuminosaChafariz do Palácio de BelémConfeitaria dos Pastéis de Belém I e IIFonte do Leão ou do Cláustro do Mosteiro dos Jerónimos, Fonte-Escultura o rio Douro, Chafariz do Carmo, Bebedouro, Ponto de água na Fábrica Viúva Lamego, Fonte Norte na Praça D. Pedro IV, Fonte no Martim Moniz, Fonte no Intendente, 

Replicação

Todas as imagens que utilizo neste blogue são da minha autoria. Os textos podem ser reproduzidos, desde que seja referenciada a origem e a autoria dos mesmos.

Pesquisar

Mensagens

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D