Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fontes, bebedouros e chafarizes

Fontes, bebedouros e chafarizes

22
Mar21

Fonte no Jardim "O rapaz de bronze", Porto

JL

Apesar da estátua retratar um corpo feminino, que mal se nota nestas fotografias, de há dois anos, foi assim que Sophia de Mello Breyner Andresen a descreveu, no seu livro “O Rapaz de Bronze”, de 1965:

 

..num lugar sombrio, solitário e verde, havia um pequeno jardim rodeado de árvores altíssimas que o cobriam com os seus ramos. No meio desse jardim havia um lago redondo sempre cheio de folhas. No centro do lago havia uma ilha muito pequena feita de pedregulhos e onde cresciam fetos. E no centro da ilha estava uma estátua que era um rapaz de bronze. E durante o dia O Rapaz de Bronze não se podia mexer e tinha que estar muito quieto, sempre na mesma posição, porque era uma estátua. Mas durante as noites ele falava, mexia, caminhava, dançava, e era ele que mandava nos jardins, no parque, no pinhal, nos pomares e no campo. E todas as árvores e todos os animais e todas as plantas lhe obedeciam porque ele era o senhor do jardim e o rei da noite. 

IMG_0447IMG_0446IMG_0448

11
Nov20

Fonte no Parque do Carriçal, Senhora da Hora, Matosinhos, Porto

JL

Neste parque urbano, outrora chamado de Mãe d' Água devido a uma grande nascente subterrânea aqui existente, há diversas fontes, umas mais bem tratadas do que outras. As fotos foram-me enviadas pela minha amiga Célia, que costuma vir passear para aqui, nos seus tempos livres.

118287269_1028956177562222_125339839443673515_n

Obrigada, Célia, pela colaboração.

10
Nov20

Fonte das Sete Bicas, Senhora da Hora, Matosinhos, Porto

JL

No verão, a minha amiga Célia, andou pela Senhora da Hora e fez alguns registos para esta minha coleção de fontes. Uma das que fotografou está ligada a uma crença que, hoje em dia, já pouco sentido faz para as moças "casadoiras", que por aqui passam. Mesmo a própria romaria da Senhora da Hora já não tem o brilhantismo de outros tempos, quando muitos romeiros acorriam para pagar as suas promessas ou atraídos pelas diversões que tinham ao seu dispor, no recinto fronteiro à Ermida. Outra atração, tinha a ver com as águas desta fonte que eram consideradas "milagrosas" e capazes de garantir casamento, para breve, a quem a bebia. À referida fonte também eram atribuídos poderes de fertilidade... Mais informação pormenorizada, pode ser lida na página da junta de freguesia. 

Data de 1893, apesar de já haver referências às águas da Senhora da Hora desde 1623.

117991910_954998011672943_1618928375505177394_n118249200_311552333520489_3817031900591217090_n118040478_310940039963335_6507532770711512350_n

Obrigada, Célia, pela colaboração! Adorei conhecer a história por trás desta fonte!

22
Jan20

Fonte da Praça da Ribeira, Porto

JL

Fonte de São João ou Fonte da Praça da Ribeira, construída entre 1784 e 1786, quando João de Almada e Melo a mandou construir, em substituição de uma outra, de 1678, que se encontrava no meio da Praça da Ribeira. A imagem no nicho, representando São João, foi aqui colocada no ano 2000. Trata-se de uma obra de Cutileiro, em mármore.

IMG_0393

IMG_0392IMG_0396IMG_0394

GPS: 41.1407838,-8.6130293

Outras fontes nas proximidades: Chafariz da Rua das Taipas, Fonte do Cubo, Fonte da Rua Chã

20
Jan20

Fonte da Rua Chã (ou Cham), Porto

JL

Entre a Rua de Cimo de Vila e a Rua do Cativo, uma fonte da qual já havia registos, em 1635. Contudo, era substancialmente diferente da que se pode ver, hoje em dia, uma vez que, em 1853 foi mudada do seu lugar inicial, tendo ficado, apenas, com duas das quatro bicas iniciais: uma para o público e outra para os aguadeiros.                                                                       in, O Porto e a água.

IMG_0417IMG_0419

GPS: 41.1443082,-8.6089054

Outras fontes nas proximidades: Fonte na Praça da Ribeira, Fonte do Cubo, Chafariz da Rua das Taipas

Replicação

Todas as imagens que utilizo neste blogue são da minha autoria. Os textos podem ser reproduzidos, desde que seja referenciada a origem e a autoria dos mesmos.

Pesquisar

Mensagens

Arquivo

    1. 2021
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2020
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2010
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2009
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2008
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2007
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2006
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2005
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2004
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2003
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2002
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2001
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2000
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1999
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1998
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1997
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1996
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 1995
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D

Em destaque no SAPO Blogs
pub